25/05/2021

PLÁGIO E DIREITOS DE AUTOR

 


O Dia do Autor Português comemora-se anualmente a 22 de maio.
                Assim, ao longo do mês de maio, e com o objetivo de homenagear os autores portugueses e destacar a sua importância no desenvolvimento da cultura e do bem-estar da comunidade e da necessidade de respeitar os direitos de autor, a equipa da Biblioteca Escolar dinamizou sessões para os alunos do 6º ano.

Nas sessões, os alunos foram alertados e sensibilizados para a necessidade de respeitarem os direitos de autor e evitarem o plágio.

 As sessões foram muito participativas, através da colocação de questões e dúvidas por parte dos alunos, e contribuíram para educar e sensibilizar os alunos para a necessidade de respeitarem os direitos de autor e evitarem o plágio.

“LEITURAS À SOLTA”

          Nas sessões da iniciativa “Leituras à solta” para os alunos do sétimo C e D de escolaridade, foi dinamizada a atividade " Palavras à solta". A actividade consistiu no seguinte: os alunos recortaram algumas palavras de um jornal ou revista e colocaram-nas num saco. De seguida, e à sorte, cada aluno tirou uma palavra de cada vez e a partir das palavras que foram saindo (e na ordem por que saíram), os alunos escreveram um pequeno texto em que as palavras se articularam e ofereceram um sentido possível.

Nas sessões das turmas do oitavo ano de escolaridade, foi realizada a leitura em voz alta do conto “Fronteira” do livro “Novos contos da montanha” de Miguel Torga. O conto retrata uma história de amor em tempo de contrabando.

As sessões da iniciativa “Leituras à solta” contribuíram, mais uma vez, para o treino das competências de leitura e de escrita e, também, para o desenvolvimento da criatividade.


HORA DO CONTO - mês de Maio

 À semelhança dos outros meses, neste mês de maio os elementos da equipa das Bibliotecas Escolares proporcionaram sessões de leitura, a todos os alunos do pré-escolar, do primeiro e segundo ciclos.

             “Os dedos” para as crianças do Pré-Escolar da EB do Gerês, EB de Rio Caldo, de Moimenta, Chorense e Carvalheira.

 

A princesa da chuva” para os alunos do 1º ano da EB de Rio Caldo e da EBS de Terras de Bouro e para os alunos do 3ºC da EBS de Terras de Bouro. Foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história. Aos alunos também foi apresentada a música “A chuva ping ping”.

   No seguimento das sessões, os alunos realizaram uma ficha de trabalho e procederam à decoração/pintura da princesa da chuva.

A menina gotinha de água” para os alunos do 1º e 2º ano da EB do Gerês, 2º ano da EB de Rio Caldo e 2º ano da EBS de Terras de Bouro. Na sessão da EBS de Terras de Bouro, foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história. Nas sessões da EB do Gerês e da EB de Rio Caldo foi apresentado aos alunos, um vídeo sobre a história.

No final das sessões, os foram construídos cartazes alusivos à história, com o seguinte contributo dos alunos: construção de frases sobre a importância da água e escritas em gotinhas de água ( “Se eu fosse uma gotinha de água…”).


O dia em que a mata ardeu” para os alunos do 2ºJ da EBS de Terras de Bouro. Na sessão foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história.


O ratinho marinheiro” para os alunos do 3ºE da EBS de Terras de Bouro. Na sessão foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história.

No final da sessão, os alunos procederem à construção de barquinhos, idênticos, ao da história.


The colors monster” para os alunos do 3ºI (EB de Rio Caldo) e 4ºG (EB do Gerês).

Nas sessões foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história.

A leitura e exploração da história foi realizada com o recurso a monstros construídos para o efeito.

No final das sessões, foi oferecido a cada aluno um mini-book alusivo à história e aos sentimentos explorados na mesma. Os alunos tiveram como tarefas a pintura dos monstros e a ordenação das páginas do book de acordo com a história.


O gigante egoísta” para os alunos do 4ºD (EBS de Terras de Bouro) e 4ºG (EB do Gerês). Nas sessões foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história.


O menino que não gostava de ler” para os alunos do 5ºA e 5ºB da EBS de Terras de Bouro. Nas sessões foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história.


A menina dos livros” para os alunos do 5ºC (EB de Rio Caldo). Na sessão foi realizada a leitura e exploração da história.

No final da sessão, os alunos redigiram um resumo da história, tendo por base os seguintes tópicos: apresentação da personagem principal, acções da personagem, desenvolvimento e apreciação final.


O rapaz dos sapatos prateados” para os alunos do 6ºA e 6ºB (EBS de Terras de Bouro). Nas sessões foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história.


O rapaz e o robot” para os alunos do 6ºC (EB de Rio Caldo). Na sessão foi realizada a leitura em voz alta, bem como a exploração da história.





PROJETO TER + SUCESSO NA LEITURA E NA ESCRITA

SESSÕES DE LEITURA

 

No âmbito do projeto “Ter + Sucesso na leitura e na escrita”, projeto da responsabilidade da autarquia, foram realizadas oficinas de leitura, no dia 21 de maio para os alunos do 1º e 2º anos da Escola Básica e Secundária de Terras de Bouro.

Foram sessões de narração oral da história “O melro que perdeu o bico” e do conto tradicional africano “O animal mais forte da selva” e de mediação de leitura através do álbum ilustrado “A escada vermelha”. Também foi realizada a exploração das histórias referidas.

                As sessões foram momentos de muita alegria, curiosidade e participação!



SER PROFESSOR. CONTAR COM A BIBLIOTECA ESCOLAR

 (Aprender com a BE)

PEDRO E O LOBO

    O trabalho colaborativo e de articulação com o currículo, desenvolvidos pela Biblioteca Escolar, no âmbito da iniciativa “Ser Professor. Contar com a BE”, continua a ser implementado.

    A atividade “Pedro e o lobo” foi dinamizada, em articulação com a professora de Educação Musical, no mês de maio, para os alunos do quinto ano de escolaridade.

    Pedro e o Lobo é uma história infantil contada através da música. Foi composta por Sergei Prokofiev em 1936, com o objetivo pedagógico de mostrar às crianças as sonoridades dos diversos instrumentos. Cada personagem da história é representada por um instrumento diferente. Em contexto de sala de aula, foram abordados os instrumentos da orquestra e a obra musical.

    Posteriormente, os alunos testaram os seus conhecimentos através de jogos didácticos na plataforma digital Wordwall.

    A atividade contribuiu para, de uma forma lúdica e divertida, os alunos consolidarem os conhecimentos adquiridos nas aulas de educação Musical.