08/03/2021

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

A Carta das Nações Unidas, assinada em 1945, foi o primeiro acordo internacional a afirmar o princípio da igualdade entre mulheres e homens. Desde então, as Nações Unidas empenharam-se na promoção do estatuto das mulheres em todo o mundo.

Em 1975, as Nações Unidas promoveram o Ano Internacional das Mulheres e em dezembro de 1977, a Assembleia Geral da ONU adotou uma resolução que proclamou um Dia das Nações Unidas para os Direitos das Mulheres e para a Paz Internacional a ser celebrado nos Estados-Membros num dia escolhido de acordo com as suas tradições.       

A equipa das Bibliotecas Escolares dedica a todas as mulheres o seguinte poema de Pablo Neruda:

MULHERES

Elas sorriem quando querem gritar.

Elas cantam quando querem chorar.

Elas choram quando estão felizes.

E riem quando estão nervosas.


Elas brigam por aquilo que acreditam.

Elas levantam-se para injustiça.

Elas não levam "não" como resposta quando

acreditam que existe melhor solução.


Elas andam sem novos sapatos para

As suas crianças poder tê-los.

Elas vão ao médico com uma amiga assustada.

Elas amam incondicionalmente.


Elas choram quando as suas crianças adoecem

e se alegram quando as suas crianças ganham prémios.

Elas ficam contentes quando ouvem sobre

um aniversário ou um novo casamento.


No âmbito da iniciativa “Ser Professor. Contar com a BE”, foi desenvolvida a atividade “Para bom entendedor, meia palavra basta”, em articulação com o professor de Psicologia.

Partilhámos, neste dia da mulher, um vídeo elaborado por algumas alunas do 12ºA, alusivo aos direitos da mulher e que tem por base o livro “A confissão da leoa” de Mia Couto.





Sem comentários:

Publicar um comentário